Manual de Instruções precisa-se

8

“It´s the end of an era, is true”, cantam os LCD Soundsystem enquanto penso nestes tempos em que as fronteiras do pensamento se diluem, em que as aparentemente prósperas sociedades descobrem a visão das filas para as prateleiras semi-vazias, em que as potências do mundo entram numa nova corrida, já não no espaço infinito, mas no laboratório, naquela dimensão que o simples olhar humano não alcança. Em que o ar se vai purificando com o abrandar da grande máquina.

E sorrio levemente sobre as ruínas dos modelos e verdades até agora absolutas, que são sempre as primeiras vítimas do inusitado e inesperado. Novos tempos, novos ritmos, novos hábitos. Ou então apenas a redescoberta do que nos escapava, engolido pela anterior voracidade da vida, em que o tempo recupera o ser valor.

O paradoxo do tempo acelerado da permanente mudança diária que acaba por trazer outro tempos, mais lento e livre, para os projectos sempre adiados, as palavras há muito por dizer e aos novos desafios a que este quotidiano nos empurra. E concluo, transitório que seja o conceito nestes novos ares que se respiram, que precisamos de um novo manual de instruções.

“Every day is a different warning, there´s a part of me hoping is true”. Escrevo em frente à janela, porque há que manter sempre o horizonte.

Gonçalo Pina

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *